Tipos de coleiras e guias: como escolher o certo para cada ocasião?

 

tipos_de_coleiras

Na hora de aquirir uma coleira, não devemos comprá-la somente por causa de sua aparência. É imprescindível verificar a qualidade do material e da fivela – que devem ser bem resistentes para que não arrebentem. A forma de regular o tamanho da coleira também merece uma atenção especial, para que não fique nem apertada nem muito larga. É muito importante colocar também uma plaquinha de identificação com os telefones de contato do proprietário, para o caso de o animal se perder. O ideal é que a coleira esteja sempre no pescoço de seu cão, independente de ser a hora do passeio ou não.

A coleira pode ser colocada no cachorro desde filhote. Hoje no mercado existem vários tipos de coleira e guias: as couro, as de náilon… Mas qual é a ideal para meu cachorro? Existem vários modelos, tamanhos, cores… Mas o mais importante é que sejam confortáveis e seguras, tanto para o cão, quanto para o proprietário.

Enforcadores são coleiras-guias bem úteis no adestramento, mas que devem ser utilizadas com cuidado. Não deixe-a no pescoço do animal o tempo todo, pois ele pode se machucar caso se enrosque em algum lugar. Por isso, tenha muito cuidado! O enforcador tem a função de causar um desconforto no animal sempre que ele puxar demais a guia e é ideal para passeios e treinos.

A coleira Peitoral é uma boa opção para os cães de pequeno porte. Ela estimula o cão a puxar a guia.

Já a coleira Gentle Leader pode ser utilizada para ajudar que o animal não puxe a guia. Ela parece um cabresto de cavalo, e tem uma tira envolve a cabeça e outra o focinho. Atenção: a Gentle Leader não é uma focinheira e nem tem a mesma função! O uso dessa coleira torna mais fácil sua condução sem machucar ou enforcar o animal, e ainda permite que a cão beba água. Assim como o Enforcador, ela também só deve ser utilizada com a supervisão do proprietário.

Mas qual a diferença entre coleira e guia mesmo? A guia é a parte do equipamento que fica “plugada” na coleira e vai até a sua mão. Já a coleira é a parte que está no pescoço do animal. Assim como as coleiras, existe inúmeros tipos de guias no mercado pet.

A guia ideal é aquela que aguenta um bom tranco – principalmente para os cães de grande porte ou que puxam muito durante o passeio. Ela deve ter uma boa costura, uma alça reforçada e o principal: um mosquetão de qualidade. Mosquetão é a parte do acessório que fica na extremidade da guia e que permite prende-la a coleira.

As guias devem ser leves e silenciosas, pois seu cachorro deve obedecer você e não a guia. Escolha bem os acessórios para oferecer ao seu melhor amigo um passeio com mais conforto e segurança.

Texto: Karina Pongrácz (Adestradora Cão Cidadão)

Anúncios
Esse post foi publicado em Patinhas de Anjo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s