A importância da casinha de cachorro

Por equipe Cão Cidadão

A maioria dos donos de cães tem consciência de que o cão deve ter uma casa. Mas, muitas vezes, as pessoas não se dão conta de que a necessidade de um peludo em ter seu “cantinho” envolve mais do que ter um verdadeiro “lar”, como na concepção humana.

Eles realmente gostam?

Cachorros são animais de toca, ou seja, quase sempre vão procurar uma “caverninha” para se abrigar do frio, chuva, ou quando estiverem com medo ou sentindo dor.
Basta observar um cão que não tenha uma casa específica para ele: quando se deparar com situações como as narradas acima, procurará abrigo embaixo de algum móvel, como um sofá ou mesa.
É reconfortante para o cachorro, mesmo que não fique em sua casinha grande parte do tempo, saber que tem um abrigo disponível para situações específicas, ou quando simplesmente quiser ficar sozinho roendo um osso gostoso sem ser incomodado…

Como acostumá-los?

Mesmo cães que não tenham o hábito de usar casinhas, eles podem ser acostumados a usá-las e achar isso muito legal!
Primeiramente, o ideal é verificar qual o tamanho ideal de casa para cada cachorro. Muitas pessoas acreditam que uma casa bem grande é melhor para o peludo, o que não é verdade! Quanto mais estreita melhor, pois assim se sentem mais protegidos. O tamanho ideal de uma casinha mede-se assim: o animal deve conseguir ficar de pé sobre as quatro patas e dar uma volta sobre o próprio corpo.
Definido o tamanho, valem algumas dicas para deixar o cantinho bem aconchegante. Cães gostam de se deitar em lugares macios e fofos, pois têm grande sensibilidade com texturas. Assim, colocar panos macios na casinha permitirá que o local fique bastante convidativo.
Além disso, se o dono deixa seu cheiro nestes panos, o local ficará ainda mais interessante. Para tanto, basta esfregar as mãos nos paninhos para deixá-los impregnados com o cheiro daqueles que os cães adoram: você!

Onde deixar a casinha?

Para cachorros que ficam nas áreas externas, o ideal é que a casinha fique próxima do local por onde as pessoas da casa entram e saem rotineiramente. Isso é importante pois, como animais sociais, os cães preferem sempre estar perto da família humana, ou tê-los à vista.
É importante também deixar a casinha ao abrigo da chuva e ventos (colocar um suporte embaixo evita que fiquem úmidas), bem como protegidas do sol forte.
Para cães que ficam dentro dos lares, ainda assim a casinha é importante, pois será seu cantinho confortável. O ideal é deixá-la em locais onde podem estar protegidos, mas perto dos donos.

Caixas de transporte

Uma boa dica para donos de cães é transformar a caixa de transporte na casa rotineira do cão. Para isso, basta deixá-la sem a porta no dia a dia e seguir todas as dicas acima.
Desta forma, quando for necessário viajar com o amigo e utilizar a caixa de transporte, a experiência não será traumatizante como poderia ocorrer caso o cão não fosse habituado com este acessório, pois ele já adora a caixa de transporte, e a considera a sua casa.

 

Texto: Cassia Rabelo Cardoso dos Santos (Adestradora Cão Cidadão)
Revisão e Edição Final: Alex Candido

Esse post foi publicado em Patinhas de Anjo. Bookmark o link permanente.

2 respostas para A importância da casinha de cachorro

  1. Natália Lugo disse:

    Olá.. Estou precisando de ajuda!
    Adotei um cão já adulto que se chama “Amigo”. Eu e minha mãe já tentamos de tudo para ele entrar na casinha, mas parece que ele tem muito medo! Só pelo jeito dele, dá pra ver que foi muito maltratado… Ele não olha a gente nos olhos, se assusta com tudo! Fico com o coração na mão, pois moro em Bagé/RS, e faz muito frio! Até hoje o máximo que conseguimos foi que ele deitasse num cobertor na área! Gostaria de saber o que devo fazer para ele entrar na casinha, me sinto muito mal de vê-lo no frio, desabrigado… Beijos e parabéns pelo lindo trabalho q fazem!

    • Olá Natália, ficamos muito felizes pelo seu comentário em nosso site pois não sabiamos que estamos chegando tão longe ! Vc sendo do sul imaginamos sim o frio que esta por ai, vamos pesquisar mais alguma matéria sobre isso mas tente durante o dia colocando coisas que ele goste de comer perto da casinha ou até dentro , dando agradinhos qdo ele entrar na casa , ficar com ele junto ir acostumando aos poucos , deixando brinquedos tentando faze-lo entender que nada de mal acontecerá dentro. Caso não dê certo tente fazer uma “toca” de outra maneira pra ele como uma caminha de espuma mais altinha e um cobertor entre duas cadeiras cobrindo ele , colocar garrafas pet com agua quente embaixo da coberta e sei de casos de gente esquenta até o tijolo e embrula em um pano pra deixar próximo ao cão pra aquecê-lo. Esperamos ter ajudado por hora. Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s